Algumas preciosidades sobre a Páscoa

10/04/2017 às 03h04
fonte e imagem internet

Faltam poucos dias e muitas pessoas no mundo vão comemorar a Páscoa, que é um importante feriado religioso e também um período de reflexão cheio de tradições e costumes. 

A Páscoa possui uma forte tradição judaico-cristã, ao qual é celebrada a ressureição de Jesus Cristo, morto por crucificação na Sexta Feira. 

A palavra Páscoa tem como origem o nome em hebraico e significa passagem ou libertação

Comemora-se a ressureição, passagem da morte para a vida eterna, da escravidão para a liberdade, das trevas para a luz. 

Segundo alguns cientistas, a celebração da Páscoa é muito antiga. Inicialmente a Páscoa era a época em que se festejava o fim do inverno e o inicio da primavera. 

A Páscoa é uma das mais importantes festas do calendário judaico. Comemora o êxodo do povo de Israel do Egito, da escravidão para a liberdade. 

Símbolos da Páscoa: 

- As luzes, velas e fogueiras são uma marca das celebrações pascais. 

- Peixe: É um dos símbolos mais antigos dos primeiros cristãos. A relação com a Páscoa se acha no fato das aparições de Jesus, após a Ressureição, estarem sempre ligadas à presença do peixe. (Jo 21,9). 

- Sinos: Os sinos festivos, que repicam na noite da ressureição, recordam o momento da subida de Jesus Cristo aos Céus. 

- As vestes brancas: Simbolizam a alegria da vitória e da pureza de Deus. 

- Cântico de aleluia: É um dos símbolos mais expressivos das aclamações de louvor e de alegria ao Senhor. 

- Girassol: É um dos símbolos pascais menos conhecido. Para sobreviver a planta precisa ter sua corola voltada para o sol, do nascente ao poente, também os cristãos precisarão estar voltados para o Sol- Cristo. Cristo é a luz, a força a energia. O cristão sem uma ligação com Jesus não encontra significado para a sua vida. 

- Os Ramos: Pode-se dizer que a semana da Páscoa começa com o domingo de Ramos. A festa dos ramos relembra o dia em que Jesus entrou festivamente em Jerusalém, pouco antes de sua morte. 

- Lava-pés: Neste dia, relembra-se a última ceia de Cristo com seus discípulos, ocasião em que Jesus institui a Eucaristia, isto é, o pão e o vinho passaram a simbolizar seu corpo e sangue. Mas foi também na última ceia que Cristo lavou os pés de seus discípulos, ensinando uma lição de humildade, simplicidade, igualdade, solidariedade, amor e serviço ao próximo. 

- Círio Pascal: Círio é uma vela grande e grossa, que se acende todos os anos pela primeira vez, no Sábado da Vigília pascal. O Círio pascal representa a luz de Cristo, pois que o próprio Jesus disse: “Eu sou a luz do mundo! 

- A Cruz: Instrumento de suplício no qual Jesus morreu, passou a ser um símbolo do cristianismo. Antes símbolo de condenação, depois tornou-se símbolo de salvação. 

- O Cordeiro: Simboliza Cristo, sacrificado em favor de seu rebanho. 

- O Pão e o Vinho: Simbolizando a vida eterna, o corpo e o sangue de Jesus, oferecido aos seus discípulos. 

- Ovo de Páscoa: Os ovos de Páscoa são famosos no mundo todo. O ovo também simboliza o nascimento, a vida que retorna, daí a sua associação com a Páscoa. 

- Coelhinho da Páscoa: O que mais interessa religiosamente, é que o coelho é um animal que se reproduz com extrema facilidade e em grande quantidade. Vem daí a identidade de uma vida abundante que se renova todos os anos. E é isso exatamente que se relembra na Páscoa: a Ressureição de Jesus, que traz consigo um novo tempo de paz e de esperança a toda a humanidade. 

No século XX, os ovos de Páscoa passaram a ser de chocolate e transformaram-se em presentes recheados de significados. 

Que a luz de Cristo ilumine sua vida! 

FELIZ PÁSCOA!!