Convivendo com a Psoríase

8/09/2016 às 08h09
fonte e imagem internet

A psoríase é uma doença inflamatória da pele caracterizada por lesões avermelhadas, descamativas e normalmente em placas, relativamente comum, crônica e não contagiosa. E pode afetar mucosas, unhas e até articulações. É uma doença que apresenta sintomas que desaparecem e reaparecem periodicamente.

Segundo especialistas surgem antes dos 30 e após os 50 anos, mas em 15% dos casos pode aparecer ainda na infância.

Causas: genética, fatores psicológicos, estresse, exposição ao frio, uso de certos medicamentos, ingestão de álcool e tabaco.

Psoríase não tem cura, tem tratamento. Não há como prevenir a doença, mas pode-se controlar a reincidência.

E como conviver com a psoríase? Primeiro, psoríase não é contagioso. Ninguém pode “pegar” psoríase de você.

Se você tem psoríase você não precisa apenas aceita-la, procure se informar ao máximo sobre a doença, para que você possa lidar da melhor forma com sua psoríase.

Procure um especialista para lhe acompanhar e aconselhar e siga a risca suas orientações.

A psoríase afeta de cerca de 125 milhões de pessoas no mundo.

Encontre maneiras de sentir-se melhor consigo mesmo e prosseguir nesta jornada e assuma o controle da sua psoríase.

Procure sempre informar quais remédios utiliza  quando em consulta médica ou odontológica para que cuidados sejam tomados pelos profissionais.

Não deixe que a psoríase tenha nenhum tipo de impacto na sua qualidade de vida, verdade que não tem cura, e é humano você desejar que ela pudesse desaparecer para sempre, mas, você pode conviver com a doença e viver momentos plenos de vida.

Viva e isso que é mais importante!