Exercício físico melhora a aptidão sexual masculina

20/09/2016 às 05h09
fonte: imagem e divulgação internet

A revista cientifica Journal of Sexual Medicine, em uma pesquisa, revela que os resultados obtidos com um grupo de  homens que mantinham uma atividade física regular, tiveram índices mais elevados de desempenho sexual do que os homens sedentários. Essa atividade física corresponde a 2 horas semanais de exercício intenso, 3 horas e meia de exercício moderado ou 6 horas de exercício leve. Homens que têm uma atividade física menor do que este padrão obtiveram menores níveis de pontuação de função sexual. 

Mostrou  que homens ativos têm uma melhor capacidade e qualidade de ereções, aumento da libido e orgasmos, independentemente da raça, e elevando a saúde sexual de um modo geral.  

Em contraste, existem fatores que prejudicam o desempenho sexual masculino que incluem o diabetes, idade avançada, fumo (no passado ou presente) e doenças coronárias e estresse.

Conforme especialistas, quando se trata de exercícios físicos não existe fórmula de bolo. E que a atividade física deve ser apropriada para cada um e  individualmente personalizada. Qualquer nível de exercício é melhor do que se exercitar nunca.

E, pelos resultados da pesquisa, os benefícios ao praticar exercícios regulamente evitam disfunção erétil e quanto mais exercício melhor o desempenho sexual.

Mas, para desfrutar de uma boa qualidade de vida sexual, homens de qualquer raça precisam sempre procurar um médico urologista para consultas frequentes, ter bons hábitos de vida tanto físico como psicológico para alcançarem uma vida sexualmente ativa por muito mais tempo.  

Não deixe o tabu inibir você. Não esqueça que o exercício físico tem um papel preventivo e terapêutico na sua vida sexual!