Mais suja que o assento do vaso sanitário

15/08/2018 às 12h08
fonte e imageminternet

10 milhões de bactérias por metro quadrado.

Sim, meus amigos é um número assustador de bactérias, não é?

Estou falando da nossa não tão inofensiva esponja de lavar louça de todo santo dia, aquela que temos na nossa cozinha e que muitas vezes deixamos ficar só o caquinho de tão usada e que nem queremos jogar fora.

Pois é, agora comparando com o assento do vaso sanitário, a esponja de lavar louça pode conter até 200 vezes mais germes, segundo estudos.

Os pesquisadores descobriram que 15 dias de uso de uma esponja de lavar louça são suficientes para deixá-la com 680 milhões de fungos e bactérias que podem causar diarreias, vômitos, febre, problemas pulmonares e intoxicações alimentares. E que o maior risco é para idosos, crianças e pessoas com baixa imunidade.

Por muitas vezes a família inteira se vê sofrendo com diarreias e vômitos, acreditando ter pegado uma intoxicação na rua quando o problema estava dentro de casa.

É assustador mesmo meus amigos, mas os pesquisadores ressaltam que boa parte desses micro-organismos já estão presentes em nosso corpo e no ambiente. O problema é quando essa quantidade é excessiva e com certeza irão ocasionar doenças.

A orientação é que seja trocada semanalmente as esponjas de lavar louça, e após o uso, mergulhar em uma mistura com água sanitária e secar o máximo possível deixando-a em seguida ao sol.

Não esqueça que independente da marca ou tipo a sua esponja de lavar louça tem prazo de validade. Após esse período, ela deve ser descartada para o bem de sua saúde.

Todo cuidado é pouco para que ela não se transforme em uma inimiga dentro da sua cozinha.

Saúde sempre em primeiro lugar!